Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações, sob enfoque de Saúde Pública é o objetivo principal deste Blog, o qual é produzido no LabConsS da FF/UFRJ, com participação de alunos da disciplina “Química Bromatológica” e com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

Recomenda-se que as postagens sejam lidas junto com os comentários a elas anexados pois, de um lado, são produzidas por estudantes em circunstâncias de treinamento e capacitação para atuação em Assuntos Regulatórios e, de outro lado, são temas que envolvem poderosas influências de marketing, com alegações nem sempre cientificamente comprovadas. Esses equívocos, imprecisões e desvios ficam evidenciados nos comentários em anexo.

Além dos trabalhos dos alunos de Química Bromatológica e das pesquisas dos bolsistas do Grupo PET, o Blog também apresenta reportagens e notícias selecionadas, a legislação pertinente bem como artigos técnicos e informações diversas sobre o tema.

domingo, 7 de agosto de 2011

Decifrar rótulos de alimentos pode ajudar a controlar colesterol

video

A Sociedade Brasileira de Cardiologia quer ajudar os consumidores a identificar os vilões do colesterol nos rótulos de alimentos.
O perigo é maior se no rótulo do produto estiver indicada a presença de gordura saturada.
A gordura trans também é prejudicial. As gorduras monoinsaturadas, presentes em óleos e azeites, e poliinsaturadas, de peixes em frutos do mar, até ajudam a diminuir o nível de colesterol no sangue.

Fonte:Jornal Nacional.
Disponível em:http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/08/decifrar-rotulos-de-alimentos-pode-ajudar-controlar-colesterol.html

Um comentário:

Nathália Eneas disse...

A presença no rótulo de uma Aprovação pela Sociedade Brasileira de Cardiologia(SBC) nos faz refletir sobre a questão de rotulagem, que atualmente é regulamentada pela Anvisa. De acordo com o Manual de Orientação aos consumidores (disponível no próprio site da ANVISA) os rótulos não devem demonstrar propriedades que não possuam ou não possam ser demonstradas. Como por exemplo: determinados produtos demonstrando que seu consumo reduz o risco de doença cardíaca. No entanto, essa aprovação pode trazer exatamente essa idéia aos consumidores e devido e esse motivo não poderia estar presente nos rótulos. Portanto, essa idéia da SBC de querer ajudar os consumidores a identificar os vilões do colesterol nos rótulos não deveria ter sido aprovada pela ANVISA. Vê-se claramente que trata-se de uma estratégia de marketing para aumentar a venda daqueles produtos pois os consumidores acabam sendo “seduzidos” pelo dizer: Opção Saudável - Aprovado pela sociedade Brasileira de Cardiologia.